A paróquia

Igreja São José: há 50 anos evangelizando e fazendo história

O bairro de Americanópolis começa a ser povoado e com ele, nasce e cresce a fé católica. Com o início da catequese, em 1955, surge a comunidade religiosa, futura Paróquia São José de Americanópolis. O catecismo e as rezas do terço eram feitos nas casas ou nas ruas, atraindo um bom número de participantes.

No ano de 1959, a comunidade é presenteada, com uma imagem de São José, pelo Pe. Humberto Galvão, pároco da Paróquia Nossa Senhora das Graças. No mesmo ano, o Sr, Raimundo Bortoline constrói, na rua Delta, um salão (de 4X10) para catequese e, posteriormente, passa a ser a primeira capela, inaugurada festivamente pelo mesmo Pe. Humberto Galvão. A partir desta data aconteceram no local as celebrações eucarísticas mensais e, mais tarde, dominicais.

Pelo decreto n° 250, o Cardeal Arcebispo de São Paulo, D. Carlos Carmelo de Vasconbelíos Motta, cria, no dia 30 de outubro de 1960, a nova Paróquia São José de Americanópolis, desmembrada da Paróquia Nossa Senhora Refugio dos Pecadores, de Cidade Ademar. Em novembro de 1960 acontecem as Santas Missões Populares, realizadas pelos Freis Capuchinhos, sendo erguido, ao término desta, um cruzeiro no novo local (terreno doado pelo Dr. Afonso de Oliveira), onde seria construída a futura Igreja – Paróquia São José de Americanópolis, na rua Hugo Vítor da Silva. O Pe. Walter Zimowski, da Congregação do Verbo Divino, e Pe. Humberto foram designados como assistentes da nova Paróquia nascente.

As obras da construção da nova Igreja iniciaram em setembro de 1962 e se concluíram cm 26 de marco de 1963, com a inauguração da nova Paróquia São José (Igrejinha). Desde o início, a comunidade sempre se preocupou com a realidade social e a prática da caridade Cristã para com os mais pobres. Neste espírito foi fundada a Conferência Vicentina de São Pedro, em 29 de junho de 1964, e a Conferência Nossa Senhora do Bom Encontro, em 6 de janeiro de 1968.

Pe. Walter Zimowski foi transferido em dezembro de 1964, e sucederam-no no pastoreio paroquial os Freis Carmelo, Silvério, Daniel e Pe. José Saba.

Em 4 de fevereiro de 1966 nasceu a primeira escola paroquial do bairro de Americanópolis, com objetivo de alfabetizar e educar para os valores Cristãos, O primeiro grupo contava com 33 crianças, sendo Maria Stela Pavanelli a primeira professora.

Tomou posse o primeiro pároco residente da Paróquia São José, Pe. Joaquim Macedo, em 26 de janeiro de 1967, pelas mãos de D. José Lafaiette (Bispo auxiliar da Arquidiocese de São Paulo). Pe. Joaquim esteve à frente da Paróquia entre os anos de 1967 e 1971.

Pe. Ângelo Beloso Pena (1971-1979) fundou a obra social Creche Mãe Operária em 20 de julho de 1972, e Centro da Juventude de São José Operário (OSEM em 1976), hoje, Obras Comunitárias de Promoções Humana São José Operário.

Frei José António Leonel Vieira atuou entre os anos de 1980 e 1985, e estimulou os movimentos populares abrindo a Paróquia para as atividades sociais.

Em 2 de fevereiro de 1986, os padres Dehonianos assumem a Paróquia São José de Americanópolis como nova experiência missionária no meio dos pobres. Pe. Sérgio Hemkemeier foi o primeiro pároco dehoniano (2 de fevereiro de 1986 à 05 de fevereiro de 1995). Na ocupação, renovou a Paróquia com urna nova visão de pastoral e espiritualidade paroquial, construiu o centro educacional CJ na comunidade São Pedro, transferindo-o da Igreja Matriz, e fundou em 1990 o jornal “Vida Paroquial”.

Inspirado em Pe. Dehon, “para novos tempos, novas obras”, Pe. Iliseu Schneider, pároco entre 5 de fevereiro de 1995 e 16 de janeiro de 2000, construiu uma nova e bela Igreja Matriz.

Com o entusiasmo do ano jubilar, Pe. Lorival João Back assumiu a Paróquia São José em 16 de janeiro de 2000.

Pe. Aparecido Octaviano P. Silva é o novo vigário paroquial e foi recebido com muita alegria no dia 16 de março de 2003.

Em 2006 Pe. Aparecido Octaviano torna-se o nosso novo pároco e recebemos o novo vigário, Pe. Cleber Eduardo Koch.

No ano de 2009 recebemos o novo vigário Pe. Antonio Marcondes Barbosa, ou simplesmente Pe. Toninho, que permaneceu conosco por 1 ano.

Neste ano de 2010, o Pe. Ivo Almani se tornou nosso vigário paroquial.

5692480_orig 5817523_orig4270402_orig2282257_orig

Comments are closed.